BIZARRO! O homem, que viajou 1.600 km com bicicletas roubadas, teve sua incrível jornada terminada com a sua prisão

Um homem de Chiba estava se sentindo cansado de sua vida, de sua rotina e queria escapar dela de um jeito ou de outro.

Resolveu, então, deixar seu negócio falir e começar uma vida nômade, viajando pelo Japão. No entanto, sua repentina e deliberada fuga, abrangendo mais de 1.600 km, terminou em sua prisão depois de cinco meses por causa da má escolha de seu transporte: bicicletas roubadas.


Takahashi Nobugiyo, de 43 anos de idade, em julho do ano passado depois de se tornar "doente da sua vida". Durante um período de cinco meses, ele viajou de bicicleta para Nagano, Niigata, Hiroshima, Kochi e Miyazaki.

Não há nenhuma lei contra pessoas que decidem viver nas ruas, mas o Sr. Nobugiyo infelizmente roubou algumas coisas durante a sua jornada. Ele foi descoberto dormindo nas ruas de Minami-Satsuma, em Kagoshima e foi preso por supostamente roubar três bicicletas diferentes em Niigata, Kochi e Miyazaki. Ele também é acusado de roubar uma caixa inteira de cerveja avaliada R$ 300.

Internautas em todo o Japão no geral foram favoráveis a ações de Nobugiyo, com comentários de apoio, como "Com tanta força de vontade, ele deve ser capaz de fazer qualquer coisa" e "Certamente, este é um crime perdoável". Outros deram métodos práticos alternativos do execução de crise de meia-idade de Nobugiyo, sugerindo: "Ele deveria ter feito tudo isso com a ajuda de usuários do Twitter ou Facebook. Qualquer pessoa teria dado uma bicicleta velha a ele, ou pelo menos lhe dado um pouco de cerveja".

Após sua prisão, ele admitiu a sua vida de comida roubada de supermercados e só tinha uma muda de roupa, uma pequena quantidade de dinheiro e um mapa do Japão com ele.

Por Jornal da Ciência

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário