Sousa empata com a Queimadense, volta a liderar, mas é vaiado em casa

Depois de um 1º tempo equilibrado no Marizão, Dinossauro pressiona na 2ª etapa, mas não consegue marcar e fica um ponto à frente do Campinense no Paraibano

Sousa e Queimadense entraram em campo na tarde deste domingo, no Estádio Marizão, brigando por objetivos bem diferentes dentro do Campeonato Paraibano. 


Para o Dinossauro, era a chance de reassumir a liderança da competição. Do outro lado, o Carcará da Serra buscava sua primeira vitória para aliviar a crise seguir na caminhada para sair da zona de rebaixamento. No fim das contas, o 0 a 0 colocou o Sousa na ponta da tabela, mas com um jogo a mais que o Campinense, e deixou a Queimadense a três pontos de sair do Z-2

Os donos da casa seguem invictos na competição e chegaram aos 16 pontos. O time de Queimadas permanece sem conseguir vencer e tem apenas cinco pontos, quatro a mais que o lanterna Sport Campina, que neste domingo sofreu a maior goleada da competição: 9 a 0 para o CSP.
O próximo compromisso do Sousa está marcado para a próxima quinta-feira, quando o Dinossauro visita o Campinense às 20h30 no Estádio Amigão. Um dia antes, também às 20h30 no Amigão, a Queimadense recebe o Auto Esporte.

Primeiro tempo equilibrado

Até os 30 minutos, o Sousa teve mais posse de bola, mas não conseguia criar chances de gol. O time de Queimadas, assim, se aproveitou de contra-ataques e criou pelo menos duas boas oportunidades de abrir o placar, em finalizações de Fernando Júnior e Deda.
Depois dos dois sustos, o Dinossauro se encontrou mais em campo e passou a articular melhor as jogadas. Em pelos menos quatro momentos da primeira etapa, os donos da casa chegaram perto de tirar o zero do marcador, mas os atacantes pecaram na finalização.

Na primeira delas, Israel lançou para George na pequena área e o atacante desviou para fora. Depois, Eduardo Recife puxou pela direita e cruzou para Rodrigo Poti, que, de cabeça, tocou pela linha de fundo. Eduardo Recife avançou mais uma vez pela direita, mas, dessa vez, decidiu finalizar, chutando torto. E já no fim do primeiro tempo, George recebeu cruzamento, dominou no peito e, livre, chutou em cima do goleiro Allysson.

Sousa pressiona e Queimadense se segura

Os dois times voltaram para a segunda etapa sem alterações e o Sousa tomou a iniciativa. Sem muita criatividade, o Dinossauro insistiu no ataque e levou perigo pela primeira vez com George, , que finalizou bem e forçou o goleiro Allysson a fazer boa defesa. A Queimadense deu a resposta com Carlos Henrique, que avançou bem, invadiu a área e finalizou com estilo, mas mandou pela linha de fundo.

O Dinossauro voltou a ter chegar perto de abrir o placar com Jefferson, que recebeu livre na área e, na cara do gol, chutou desequilibrado e mandou pela linha de fundo. E o Sousa seguiu dominando o jogo e buscando o gol que lhe colocaria três pontos à frente do Campinense na liderança do estadual.

De tanto insistir, aos 35 minutos, Camilo acertou um chutaço que explodiu na trave do goleiro Allysson e assustou a Queimadense, que, a essa altura, parecia estar satisfeita com o empate. E a tônica da partida até o fim foi o Sousa pressionando, tentando de todos os jeitos e o time de Queimadas se defendendo como podia. No fim, nada de gols e a torcida vaiando o Dinossauro pelo empate em casa.

Por Globo Esporte

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário