Empresário musical do Maranhão dá golpes em igrejas evangélicas na Paraíba e termina detido

O delegado Omar José Ramos informou que os fiéis desconfiaram do empresário quando um show que estava marcado para ocorrer no dia 28 de dezembro de 2012, em Sumé, teria sido cancelado por falta de pagamento ao cantor

O empresário musical Edvaldo de Oliveira Lisboa, 39 anos, natural do estado do Maranhão, foi detido nesta segunda-feira (6) após aplicar golpes contra igrejas evangélicas na cidade de Sumé, no Cariri paraibano a 280 KM de João Pessoa. A prisão ocorreu em Serra Branca, cidade situada na mesma região.


O delegado Omar José Ramos informou que os fiéis desconfiaram do empresário que, inicialmente, disse ser chileno, quando um show que estava marcado para ocorrer no dia 28 de dezembro de 2012, em Sumé, teria sido cancelado por falta de pagamento ao cantor do Rio Grande do Sul. Várias igrejas teriam sido lesadas pelo suspeito.

- O homem mandou confeccionar ingressos, alugou carros, contratou pessoas e não pagou a ninguém. O show deveria ser realizado em dezembro do ano passado, mas ele não pagou o cantor gospel e o show não foi realizado. Edvaldo Oliveira ainda tentou se passar por chileno, arranhando um péssimo espanhol – disse o delegado, informando que o empresário musical tentou fazer um empréstimo no Banco do Nordeste em nome de uma mulher, mas não conseguiu.

Omar José reforçou que solicitou aos sistemas de segurança outros estados informações sobre Edvaldo de Oliveira. “Entrei em contato com a Polinter de outros estados como Pernambuco e Maranhão para saber a vida pregressa dele, mas ainda não obtive respostas. Vou ouvir vítimas e testemunhas e possivelmente pedir a prisão preventiva dele até a conclusão do inquérito”, confirmou o delegado acrescentado que o suspeito vai continuar detido para averiguação na Delegacia de Serra Branca.

Por Portal Correio

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário