NOVO ROUND: Doda de Tião ataca Prefeito Jacó Maciel e acusa Ludgério e cunhado de terem supostamente "comido dinheiro" de obras inacabadas

Protagonistas de um novo embate na Assembleia Legislativa, os deputados Doda de Tião (PTB) e Manoel Ludgério (PSD), continuam se estranhando e distribuindo farpas.
Tudo começou quando Manuel Ludgério afirmou que o governo do Estado estaria obstaculizando a liberação de verbas para a conclusão das obras de uma policlínica na cidade de Queimadas, pelo fato de Tião ser adversário político do prefeito do município, Jacó Maciel.
Em entrevista a Rádio Arapuã FM , Doda rebateu e taxou as afirmações de Ludgério de inverdades. Em um novo capítulo dessa briga, Doda atacou o prefeito de Queimadas afirmando que ele “é incompetente igual a Manuel Ludgério”.

“O prefeito de Queimadas é incompetente igual a Manuel Ludgério, que quando era secretário tinha nove quadras em Barra de Santana, onde o cunhado dele era prefeito. Ele liberou o dinheiro e as obras estão inacabadas, porque comeram uma parte da verba. O atual prefeito, que substituiu o cunhado dele, entrou com ação no Ministério Público, para averiguar essas irregularidades – afirmou.

Publicidade - ANUNCIE CONOSCO
No primeiro round dessa briga, o deputado estadual Doda de Tião acusou Manoel Ludgério de se oferecer ao governador Ricardo Coutinho (PSB) para retornar à base do governo.
Em resposta ao petebista na Rádio Correio FM, Manoel disse que não estava se oferecendo a RC, ao contrário de Doda, que estava na base do governador para defender os seus patrimônios.

- Quero dizer da nossa satisfação de ouvir a voz do mudo deputado Doda de Tião, que nesses cinco anos não se ouvia. Não estou me oferecendo ao governo. Já Doda e seus parentes são quase donos da cidade de Queimadas. Quis ser governo para proteger seus patrimônios– denunciou. Manoel Ludgério também reafirmou que Doda estaria boicotando a realização de obras do Governo do Estado na cidade de Queimadas.

O deputado Doda de Tião, não ficou calado, e rebateu as novas acusações. Segundo ele, as acusações são fruto do desespero político pelo qual passa, já que estaria se oferecendo para voltar ao grupo da situação e o governador Ricardo Coutinho não quer.

- Eu acho que Manoel está desesperado para voltar para o governo, se oferecendo ao governador e Ricardo não está querendo. Manoel está pensando que é quando ele estava na secretaria que ele fez quadras de esporte, as obras estão inacabadas e o dinheiro evaporou – afirmou.

PB Agora

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário