MULHER DE QUEIMADAS MORRE NO ISEA FAMÍLIA DIZ QUE FOI NEGLIGÊNCIA MÉDICA

Maria José Saraiva de 33 anos faleceu às 02h00 da manhã dessa segunda feira (16) 

De acordo com informações ela estava grávida e internada há cerca de 15 dias no ISEA - Instituto de Saúde Elpídio de Almeida em Campina Grande.
Segundo familiares ela estava perdendo líquido, eles ainda denunciam que ouve negligencia por parte dos médicos, pois há 3 dias o feto já estava morto, o que culminou em uma infecção que causou a morte de Maria José. Informações dão conta que a família pretende processar o ISEA por negligencia médica.
Maria é moradora do Bairro do Ligeiro e deixa um filho e esposo.
O sepultamento ocorre às 16h30 desta segunda-feira no cemitério Campo Santo Parque da Paz.

O QUE DIZ O ISEA

A secretaria de saúde do município de Campina Grande vai abrir uma sindicância para investigar o caso.
O Comitê Municipal de Investigação de Óbito Materno Infantil também vai acompanhar as investigações.

Por Lucas Ferreira Pereira com informações de Renato Diniz.

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

2 comentários:

  1. Eu conhecia a vítima e foi um absurdo o descanso e a falta de respeito com o ser humano. Justiça é o mínimo a ser feito

    ResponderExcluir
  2. assim também foi o caso da minha sobrinha se agente não tivesse discutido com o medico ele disse que era normal, e assim ia deixando as duas morrerem pq minha sobrinha sentia dores mais nao dilatava ai no plantao proximo que a medica veio e a levou com urgencia para a sala de cirurgia e graças a deus ocorreu tudo bem com elas, e fico indignado ao saber que ainda continua acontecendo isso no ISEA como sempre ocorreu negligencia lá... meus pêsames aos familiares dessa moça tão jovem e espero a justiça divina pois a daqui da terra é impotente e incopetente...

    ResponderExcluir