Técnico da Queimadense comemora empate e alfineta a Federação

Luís Carlos Mendes reclama do curto intervalo de tempo entre os dois últimos jogos do Carcará da Serra e elogia postura do seu time no duelo contra o Campinense

O técnico Luís Carlos Mendes, da Queimadense, comemorou com muita euforia o empate com o Campinense neste sábado. Os dois times ficaram no 0 a 0 em jogo realizado no Amigão e válido pela quinta rodada do Campeonato Paraibano. 


Mas o treinador do Carcará da Serra não escondeu o seu descontentamento com a Federação Paraibana de Futebol (FPF) por ter colocado dois jogos do seu time em menos de 48 horas.

- A gente jogou na quinta-feira à noite e foi uma palhaçada jogarmos hoje de novo. Eu pensava que meus jogadores não iam aguentar, mas, graças a Deus, eles aguentaram. E, para mim, este empate de hoje veio com gosto de uma grande vitória - desabafou Luís Carlos.

Toda a revolta do comandante do Carcará da Serra com a Federação é porque na última quinta-feira à noite a Quemadense foi a João Pessoa para encarar o Auto Esporte. Na ocasião, o Carcará foi derrotado por 2 a 0. E o jogo com o Campinense, que seria no domingo, foi antecipado para hoje, apenas 48 horas depois.
Queimadense 0 x 0 Campinense, no Estádio Amigão, pelo Campeonato Paraibano 2014 (Foto: João Brandão Neto / GloboEsporte.com/pb)

Com o empate deste sábado, a Queimadense chegou ao seu segundo ponto na competição, mas permaneceu na penúltima colocação, na zona de rebaixamento. O Carcará só está à frente do lanterna Sport Campina. 

Na próxima quarta-feira, o Carcará da Serra vai ao Sertão enfrentar o Atlético de Cajazeiras. A partida é considerada de extrema importância para as duas equipes, já que quem vencer empurra o outro para a zona da degola.

Por Globo Esporte PB

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário