Queimadense segura o Campinense e times empatam sem gols no Amigão

Com o resultado, a Queimadense permanece na zona de rebaixamento, com um ponto ganho. Já a Raposa, chega aos nove pontos e empata com o Auto na liderança

Queimadense e Campinense não saíram de um empate sem gols na tarde deste sábado no Estádio Amigão, em Campina Grande. A Raposa bem que tentou, mas não conseguiu criar boas chances de gols. Já o Carcará da Serra, ficou na defesa durante toda a partida à espera de um contra-ataque para matar o jogo. Mas a partida terminou mesmo empatada. Com o resultado, a Queimadense permanece na penúltima colocação, com apenas um ponto ganho. Já a Raposa, chega aos nove pontos e empata com o Auto Esporte na liderança, porém o time de João Pessoa leva vantagem nos critérios de desempate.
Na próxima rodada, o Campinense encara o CSP. A partida estava inicialmente marcada para acontecer na quarta-feira, no Estádio Almeidão. Porém, com a interdição do estádio, o jogo vai ocorrer na terça-feira, no Estádio Amigão. Já a Queimadense vai até Cajazeiras enfrentar o Atlético. A partida acontece no Estádio Perpetão, na quarta-feira. Ambas são válidas pela sexta rodada do Campeonato Paraibano.

Campinense tem maior posse de bola, mas não consegue levar perigo

Mesmo com o domínio da partida e com maior posse de bola da Raposa durante a primeira etapa, o goleiro Allysson mal trabalhou no primeiro  tempo. Os jogadores do Carcará marcaram duro e cometeram várias faltas, atrapalhando o andamento da partida.  As únicas chances da Raposa foram justamente em lances de bola parada. Aos 16 minutos, Osvaldir cobrou uma falta e a bola saiu pela linha de fundo. Aos 17, mais uma falta para o Campinense. Novamente o camisa 2 do Rubro-Negro foi para a cobrança, mas a zaga da Queimadense cortou o perigo. Aos 20 minutos, o clube de Campina Grande chegou novamente ao ataque. Safira recebeu boa bola, dominou, mas chutou para fora. 

A partir daí, o jogo, que já não estava bom, ficou pior ainda. Os jogadores dos dois times passaram a trocar passes nas intermediárias, mas não conseguiam levar perigo ao gol adversário. Aos 34 minutos, vendo que seu clube não conseguia criar um boa chance de gol, o treinador da Raposa, Leandro Machado, tirou o meia Safira e promoveu a entrada de Thiago Ferreira. Porém, a alteração não surtiu muito efeito. Os times continuavam a errar passes e não chegavam ao gol adversário. Já perto do fim da primeira etapa, aconteceu o melhor lance do jogo. Aos 43 minutos , Osvaldir recebeu sozinho, chutou e obrigou o goleiro Allysson a fazer uma linda defesa. E o primeiro terminou assim: Queimadense 0 x 0 Campinense. 

Raposa volta pressionando, mas não consegue tirar o zero do placar

Diferente do primeiro tempo, o Campinense voltou bem melhor para a segunda etapa. O treinador Leandro Machado decidiu fazer uma mudança no ataque da Raposa. Bina entrou no lugar de Felipe Alberto. E o primeiro lance de perigo foi justamente com Bina. Aos quatro minutos, a zaga da Queimadense se atrapalhou, a bola sobrou para o atacante, que dominou bem, mas chutou muito forte pela linha de fundo. 

Aos seis minutos, mais um boa chance da Raposa. Osvaldir pegou rebote da zaga adversária, driblou o zagueiro e acertou um bom chute. A bola passou rente à trave da meta defendida pelo goleiro Allysson. Aos sete minutos, a Queimadense tentou dar a resposta. Zé Wilker saiu bem pelo lado direito e cruzou na área, mas a zaga raposeira foi melhor e afastou o perigo. Após este lance, a partida voltou a ficar truncada e sem chances reais de gols. Os jogadores do Campinense trocavam passes em busca da melhor oportunidade, mas não conseguiu levar perigo ao gol da Queimadense.

Queimadense 0 x 0 Campinense, no Estádio Amigão, pelo Campeonato Paraibano 2014 (Foto: João Brandão Neto / GloboEsporte.com/pb)

A partir daí, a Raposa se desesperou e passou a atacar de forma desorganizada. A todo tempo, o clube rubro-negro tentava lançar a bola na área em busca do atacante Valdo Gigante. Porém, a zaga da Queimadense se fechou toda e cortou todos os lances. Aos 46 minutos, o Campinense tentou sua última cartada. Em mais uma cobrança de falta de Osvaldir, o zagueiro Victor Cardoso desviou a bola, mas o goleiro Allysson fez uma fácil defesa. E a partida terminou mesmo empatada sem gols, para insatisfação da torcida raposeira, que vaiou o time após o apito final.

Por Globo Esporte PB

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

1 comentários:

  1. eu fui roubado nesse jogo pelos torcedo do campinense robaram meu bone e meu cordão de prata e os policias nao fizeram nada

    ResponderExcluir