Campinense joga muito mal e consegue milagrosamente um empate contra o Santa Cruz-PB num gol de pênalti aos 50 do Segundo Tempo

Tricolor resiste à pressão, abre o placar e segura o resultado até os últimos minutos em pleno Amigão. Mas um pênalti para a Raposa no fim decreta o empate

A partida entre Campinense e Santa Cruz de Santa Rita neste domingo, pela primeira rodada do Campeonato Paraibano, teve emoção até o último minuto. 


O Tricolor saiu na frente e, quando parecia que conquistaria os três pontos em pleno Amigão, a Raposa conseguiu um gol de pênalti aos 50 minutos do segundo tempo. No final, o 1 a 1 acabou tendo um gosto de derrota para o time de Santa Rita.
O gol do Santa foi marcado aos 16 do segundo tempo, por Carlinhos. No apagar das luzes, Osvaldir cobrou o pênalti que deu o empate ao Rubro-Negro. Na próxima rodada, o Santa joga novamente no Amigão, dessa vez contra a Queimadense. A partida acontece às 20h30 da próxima quarta. No dia seguinte, no mesmo horário, o Campinense recebe o Sport Campina também no Amigão.

Campinense joga melhor, mas nada de gols

No primeiro tempo no Amigão, o Campinense fez valer o mando de campo e partiu para cima do Santa. Até os 30 minutos, praticamente só deu Raposa. Principalmente pela direita, com o lateral Osvaldir, o Rubro-Negro trabalhou bem a bola e criou jogadas, mas geralmente pecando no último passe.

Campinense x Santa Cruz-PB, Amigão (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com/pb)

Em dois momentos com o meia Cláudio, que tentou chutes de longe, e também com o zagueiro David Queiroz, em jogadas aéreas, os donos da casa levaram algum perigo ao gol de Osmar, do Santa. O time tricolor só esboçou alguma reação a partir da metade da primeira etapa, quando Téssio e Val Paraíba finalizaram, mas erraram o alvo.


A torcida rubro-negra ainda ficou na bronca quando, aos 34 minutos, Cláudio foi derrubado na área e o árbitro mandou seguir e ainda puniu o jogador com cartão amarelo. Os torcedores pegaram no pé do árbitro daí até o fim da primeira etapa, que acabou mesmo em 0 a 0.
Raposa é surpreendida, mas empata no fim
O Campinense voltou para o segundo tempo com Zé Leandro e Jânderson nos lugares de Bina e Thiago Ferreira. E o time começou rendendo mais que o Santa Cruz, que manteve a mesma formação. A Raposa dominou completamente o jogo até os 15 minutos, mas sem conseguir criar jogadas de real perigo.
O castigo pela ineficiência ofensiva da Raposa veio aos 16 minutos. Foi quando num vacilo coletivo da defesa rubro-negra, a bola se apresentou de boa para o atacante Carlinhos, que tocou para o gol, vencendo o goleiro Ivan e estufando as redes. Santa Cruz 1, Campinense 0.

Campinense x Santa Cruz-PB, Amigão (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com/pb)

Foi a senha para o Campinense sair mais ainda para o ataque. Mas o Rubro-Negro atacava de forma desorganizada e pouco produzia. Do outro lado, mais tranquilo, o Santa Cruz passou a trocar passes, manter a posse de bola e cadenciar o jogo.
E quando parecia que o Tricolor conseguiria segurar o resultado, o árbitro marcou pênalti aos 49 minutos, após a bola tocar a mão de um defensor do Santa. Osvaldir foi para a cobrança e estufou a rede, dando um alívio para a torcida rubro-negra e números finais ao placar do jogo.

CAMPINENSE 1 X 1 SANTA CRUZ
Ivan, Osvaldir, David Queiroz, Victor Cardoso e Bruno Moraes (Valdo Gigante); Wellington, Cláudio, Cléber e Safira; Bina (Zé Leandro) e Thiago Ferreira (Jânderson).
Osmar, Marquinhos, Júnior Maceió, Maceió e Pelado; Marcílio, Téssio (Ivan), Jhony e Eduardo Guarabira (Paulo Recife); Val Paraíba e Carlinhos (Têmison).
Técnico:  Paulo César Schardong.
Técnico:  Reginaldo Sousa.
Gol:  Carlinhos, aos 16, e Osvaldir aos 50 minutos do 2º tempo.
Cartões:  Cláudio, Jânderson (Campinense); Marcílio, Marquinhos (Santa Cruz).
Local:  Estádio Amigão, em Campina Grande. Competição: Campeonato Paraibano 2014 (1ª rodada da 1ª fase). Arbitragem: Josemarques Domingues, auxiliado por Luís Filipe e José Maria Neto.

Por Globo Esporte PB

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário