Série de erupções solares pode causar auroras na Terra
 
Sequência de imagens mostra erupções registradas pela Nasa no último domingo Foto: Nasa / Divulgação
Sequência de imagens mostra erupções registradas pela
Nasa no último domingo Foto: Nasa / Divulgação
Uma erupção no Sol que pode causar o fenômeno conhecido como tempestade geomagnética foi direcionada à Terra e registrada pela Nasa no último domingo. O distúrbio espacial ocorre quando as erupções solares atingem o campo magnético do planeta por muito tempo, e podem causar auroras nas proximidades dos Polos. No passado, sistemas elétricos foram afetados e instrumentos de navegação sofreram interferência devido a fenômenos semelhantes.
 
A Nasa garante que é improvável que essa ejeção de massa coronal (CME, na sigla em inglês) tenha velocidade suficiente para causar fortes tempestades geomagnéticas na Terra. O fenômeno é capaz de enviar partículas solares ao espaço e atingir a Terra de um a três dias mais tarde. A erupção atual saiu do Sol com velocidade aproximada de 275 milhas por segundo - número considerado típico nesse tipo de erupção. As erupções solares mais rápidas atingem até dez vezes a velocidade da atual.
A ejeção de massa coronal difere das erupções solares, que não podem atravessar a atmosfera terrestre e afetar humanos fisicamente, mas - quando muito intensas - podem perturbar a camada atmosférica em que meios de comunicações e estações elétricas funcionam. O fenômeno atual causou apenas fracas interferências, e seus efeitos já passaram.
 
Por Terra

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário