No melhor jogo do ano, Botafogo-PB vence o Treze no Amigão por 4 a 3

Time de João Pessoa jogou melhor e mesmo levando um gol relâmpago aos 40s de jogo, conseguiu a virada e se manteve com 100% de aproveitamento

 
Treze e Botafogo-PB fizeram um clássico eletrizante neste domingo, no Estádio Amigão. Gols relâmpagos, desencanto de Warley e boa estreia do atacante Fernando Russi no Galo marcaram o primeiro duelo entre os líderes do Campeonato Paraibano, que acabou sendo vencido pelo time pessoense, de virada, por 4 a 3.
Warley, duas vezes, André Lima e Doda, todos ex-trezeanos, fizeram os gols do Bota, cabendo a Fernando Russi, duas vezes, e Mazinho, descontarem para os trezeanos. Com o resultado, o Belo segue com 100% de aproveitamento. Além disso, se isolou na ponta da tabela, com nove pontos ganhos. Já o Galo estacionou nos seis pontos.
Na quarta-feira, o Treze busca a recuperação diante do Nacional, em Campina Grande, enquanto que o Botafogo encara o Atlético, em Cajazeiras.
 
Treze 3x4 Botafogo-PB - Campeonato Paraibano (Foto: Magnus Menezes / Jornal da Paraíba)
Botafogo venceu o Galo em Campina Grande e segue 100% no Paraibano 2013
(Foto: Magnus Menezes / Jornal da Paraíba)
 
Gol relâmpago e desencanto de Warley no primeiro tempo
 
Na tarde fria e chuvosa de Campina Grande, o clássico começou pegando fogo. Logo aos 40 segundos de bola rolando, o Treze se lançou ao ataque e abriu o placar. Após cruzamento de Johnatan, a zaga do Botafogo falhou e Mazinho subiu livre para cabecear para dentro da meta de Genivaldo. Treze 1 a 0.
Apesar do gol relâmpago, o Belo não se abateu. Tanto que logo em seguida Doda deixou Edgard em condições de marcar. O atacante invadiu a área e chutou, mas Beto fez bela defesa. O time pessoense insistiu no empate e conseguiu aos 12 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Turran chutou e a bola sobrou livre para Warley. Ele tocou para dentro do gol de Beto. Foi primeiro gol do atacante em jogo oficial com a camisa do Belo. Botafogo 1 a 1 Treze.
Depois do gol, o Galo tentou se reorganizar taticamente em campo. Aos 15 minutos, o atacante Tiago Chulapa atacou e acertou um chute fraco. Genivaldo defendeu sem problemas. Mas o time pessoense parecia animado. Em contra-ataque, Doda recebeu e avançou em velocidade. Ele chutou forte. Mas o bandeira marcou impedimento.
 
Treze 3x4 Botafogo-PB - Campeonato Paraibano (Foto: Magnus Menezes / Jornal da Paraíba)
Botafogo venceu o Galo em Campina Grande e segue 100% no Paraibano 2013
(Foto: Magnus Menezes / Jornal da Paraíba)
 
Bota novamente no ataque. O lateral Ferreira cruzou para Warley. O atacante ajeitou e chutou em gol. Mas o zagueiro Victor Hugo apareceu e em cima da linha colocou para escanteio. Na sequencia, a zaga aliviou. O Belo melhorava consideravelmente.
As 30 minutos, Warley avançou em lance de perigo e caiu na área. Ele pediu pênalti, mas Adalberto Moésia não assinalou nada. O Treze tentou reagir em campo. Manu ariscou de fora da área e chutou fraco para fácil defesa de Genivaldo.
No finalzinho, Manu avançou e tocou para Daniel Costa. Mas o meia chutou forte sem direção para o gol do Bota. E o primeiro terminou com empate por 1 a 1.
 
Mais um gol relâmpago e virada do Belo com Warley
 
Marcelo Vilar, técnico do Botafogo-pb (Foto: Magnus Menezes / Jornal da Paraíba) O Treze voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Roberto e o estreante Fernando Russi nos lugares de Birungueta e Manu. No Bota, o time não mudou. E assim como no início do jogo o segundo tempo começou com gol relâmpago. Agora do lado do Botafogo.
O lateral Ferreira tocou para André Lima, que chutou. A bola bateu em Júlio César e enganou o goleiro Beto. Era a virada do Bota aos 50 segundos de etapa final. Festa da torcida botafoguense no Amigão.
Mas a alegria durou pouco, pois aos nove minutos o time trezeano chegou a novo empate. Depois de cruzamento de Tiago Chulapa, Russi meteu a cabeça e deixou tudo igual. Treze 2 a2 Botafogo.
O clássico seguia eletrizante. Mesmo tomando o gol de empate, o time da capital virou. Novamente com Warley. Ferreira cruzou, o atacante dominou, encontrou espaço na área e chutou sem chances para Beto. Botafogo 3 a 2 Treze, aos 16 minutos.
A partir do terceiro gol, o técnico do Treze, Sérgio Cosme, colocou mais um atacante. Allan Borges, outro estreante, entrou no lugar de Daniel Costa. No Botafogo, o treinador Marcelo Vilar também mexeu. Ele colocou Fernando e Fábio Neves nos lugares de Gil Bala e Edgard respectivamente.
 
O clássico seguia bastante movimentado. Aos 32 minutos, o Treze quase empatou com Fernando Russi. O atacante recebeu de Mazinho e acertou a trave de Genivaldo. Após o lance, o Bota fez a sua terceira mudança: Sandro saiu para a entrada de Diego.
Com vantagem no placar, o time da Maravilha do Contorno passou a tocar a bola e conseguiu ampliar aos 42 minutos, para desespero do Treze. Warley deixou Doda na cara do gol, que livre fez o quarto. Festa da torcida do Botafogo: 4 a 2.
Com a vitória garantida, o Belo passou a tocar a bola, mas ainda viu o Treze diminuir com Fernando Russi, aos 47 minutos. E aos 51, a poucos segundos do fim do jogo, o Galo quase empatava. Tiago Chulapa meteu de cabeça, mas Genivaldo fez bela defesa.
 
Treze 3 x 4 Botafogo-PB
 
Beto, Jonathan, Negrete, Victor Hugo e Rique; Júlio César, Daniel Costa (Allan Borges), Mazinho e Emanoel Birungueta (Roberto); Manu (Fernando Russi) e Tiago Chulapa. Genivaldo, Ferreira, Turran, André Lima e Sandro (Diego); Hércules, Edgard (Fábio Neves), Izaías e Doda; Warley e Gil Bala (Fernando).
T. Sérgio CosmeT. Marcelo Vilar

Gols: Mazinho aos 40s e Warley aos 12 minutos do 1º tempo; André Lima aos 50s, Fernando Russi aos 9 minutos, Warley aos 16, Doda aos 42 e Fernando Russo aos 47 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Edgard e André Lima (Botafogo); Júlio César, Roberto e Negretti (Treze).
Local: Estádio Amigão, em Campina Grande. Competição: Campeonato Paraibano 2013 - 3ª rodada. Arbitragem: Adalberto Moésia, Felipe Messias e Michelson Nóbrega.



Por Globo Esporte Paraíba

About Queimadas No Foco

Queimadas No Foco
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário